livro_manualdoprepostomarcosalencar_banner (1)
Últimas notícias do TST:
Domingo, 26 de setembro de 2021

O que fazer para reter TALENTOS?

TALENTOS! COMO RETÊ-LOS NA EMPRESA?

Prezados Leitores,

Esse post é um estímulo a reflexão desse tema tão recorrente aqui no Nordeste, face o crescimento desenfreado do Porto de Suape. Com o aquecimento do mercado de trabalho, apesar da crise que bateu na nossa porta em 2008, muitos são os empregadores que estão reclamando de algo nunca visto nessa geração que é a perda de talentos. Consultando alguns dicionários, encontramos um mix de definição para o que venha a ser um “talento”. Talento é “ Aptidão invulgar (natural ou adquirida); Indivíduo engenhoso, de habilidade ou capacidade incomuns. Os empregados talentosos, conhecem bem a sua aptidão e não temem o desemprego. É por isso que são muitas as histórias e lamentos de empregadores que investem nesse perfil de profissional e eles simplesmente vão embora.  Mas, o que fazer para reter esses empregados com o Q de diferencial? Se damos regalias, isso vai de encontro a isonomia salarial e as normas internas da empresa. E agora, o que fazer?  O caminho a ser traçado pelos empregadores que querem seduzir os bons profissionais, os talentosos, deve ser planejado antes deles se tornarem especiais e talentosos.  Mas de que forma? Cabe ao gestor imaginar a empresa repleta de profissionais especiais, os melhores do mercado, os mais competentes, e com base nessa virtual projeção estipular um pacote de metas, de incentivos e de consideração, isso mesmo, de muita consideração e reconhecimento. Sei que muitos discordam, relutam em afirmar que o que prende um profissional numa determinada empresa é o valor do salário, o quanto em reais ele põe no bolso, independente do tratamento e das condições de trabalho. Eu aposto no inverso disso. As pessoas querem tratamento vip, diferenciado, sincero, de qualidade. Desejam (sonham) com um excelente ambiente de trabalho, em todas as esferas. Até o fardamento, o crachá, acreditem, é um diferencial para muitos. O salário é muito importante, mas não é significativo para reter o talento. É preciso que se entenda que o empregado talentoso, tem um composto artístico e emocional muito forte, isso é uma característica “dos diferentes” que fazem sucesso. Logo, não adianta um aumento de salário e um frio “tapinha nas costas”, que isso não vai retê-lo na empresa. Então, o segredo para reter os talentos do amanhã é identifica-los hoje e proporcionar para eles as melhores condições de trabalho do mercado. Nessa hora vale tudo, desde o melhor fardamento, material de trabalho, equipamentos, ar condicionado de verdade, ambiente sem ruído, tratamento humano, enfim, agindo assim o empregador terá o talento preso literalmente a sua estrutura empresarial, por mais famoso que ele se torne.”

Sds. MarcosAlencar

]]>

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email