livro_manualdoprepostomarcosalencar_banner (1)
Últimas notícias do TST:
Quinta, 29 de julho de 2021

EPI deve ser cobrado, controlado, e limpo pelo dono.

EPI DEVE SER LIMPO PELO DONO.

uso epi empregado

Olá,

Não é de hoje essa briga de “gato e rato” do empregador correndo atrás do empregado para que ele use o equipamento de proteção individual. Eu assisto pacientemente muito esforço por parte dos empregadores que fornecem o EPIs para que os seus empregados usem, digo isso sem medo de errar porque o empregador normalmente faz conta de tudo e quando ele compra o equipamento, que não é barato, ele passa a exigir o uso.

O que falta nisso tudo, nessa grande “pendenga”, é o empregado conscientizar-se que o empregador (pelo não uso do EPI) é multado, ou paga indenização aos sequelados e a família dos que morrem, mas isso, na maioria dos casos se resolve com dinheiro, apesar de muito, é dinheiro, que se perde e se ganha todos os dias, porém, o empregado perde saúde, movimento, vida. Isso não tem volta, nada volta ao estado original.

Me recordo uma certa vez que sofri um grave acidente de motocicleta, eu estava muito equipado, mas tive dedos quebrados, clavícula, etc.. me emendei, mas mais nunca voltei a ser o mesmo. O dedo dói, a clávicula idem, tenho labirinto, enfim, o que eu quero dizer com esse relato pessoal é que o empregado tem que ser o maior responsável pelo controle, limpeza, uso, do EPI, ele que deve cobrar do empregador a compra do melhor equipamento, etc. e não reagir contra o uso.

Eu advirto que a Lei impõe ao empregador, ao patrão todo esse controle, mas você empregado, acorde que no momento em que algo de errado acontece, a maior vítima é você. O empregador pode até sofrer a dor do bolso, mas a dor no sentido real da palavra e a aposentadoria precoce, podem bater na sua porta.

Portanto, o empregado deve ser o titular da sua proteção, pense nisso.

Sds Marcos Alencar

]]>

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email