Redução das 44h. Sindicatos recuam e acertam acordo com Câmara.

redução da jornadaSINDICALISTAS CEDEM NA PEC231/1995 REDUÇÃO DA JORNADA.

Olá,

O presidente da Câmara, deputado Michel Temer, conseguiu convencer os sindicalistas a abrandarem o discurso para viabilizar a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 231/95. A proposta original prevê a redução da jornada de trabalho semanal de 44 para 40 horas semanais, mantendo o salário no mesmo valor. O acordo que está sendo costurado entre sindicalistas e deputados  busca a redução gradual da jornada, de 44 horas para  43 horas semanais em 2011 e após para 42 horas em 2012. O aumento no valor da hora extra será descartado. Se tudo correr conforme previsto, brevemente teremos a PEC 231 em votação.

O que eu defendo é transparência nas intenções. Buscar reduzir a jornada para se trabalhar menos, é um direito dos trabalhadores, mas o que não pode é o Governo (quem apoia a causa, a exemplo do ministro do trabalho) ficar levantando a bandeira que isso vai gerar mais empregos. Isso não é fato comprovado, ao contrário, nenhuma relação direta há. A história do Brasil demonstra isso, quando da redução de 48h para 44h, em 1988, e na França, mesma coisa, quando reduziu há mais de 15 anos atrás para 35h, tudo continuou na mesma quanto a geração de mais empregos, tanto que os franceses retornaram ao modelo anterior.

Sds MarcosAlencar

]]>

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email