O supermercado sem empregados caixas.

O SUPERMERCADO SEM EMPREGADOS NO CAIXA.

Olá,

A notícia de hoje não é boa, principalmente para um País como o nosso que precisa manter o ritmo da geração de empregos. Digo isso em relação aos supermercadistas. Estou em Edinburgh, capital da Escócia, me deparei com um grande supermercado na rua do meu Hotel, com pouquíssimos caixas, na verdade, apenas 2(dois). A rede faz uma experiência, de estimular que o cliente apanhe os produtos nas gôndolas e ele mesmo passe-os nos caixas automáticos, inserindo o cartão de crédito ou de débito em seguida, também numa máquina, pagando a compra. Ele próprio embala e vai embora. Todo o procedimento é acompanhado por uma câmera e os produtos possuem uma etiqueta magnética que se não forem passados no leitor ótico, haverá alerta na saída do supermercado caso o pagamento não aconteça. Isso é a prova inconteste do desemprego tecnológico, um vilão que ronda a vida de muitos trabalhadores. Muitos defendem que não, que isso gera mais negócios e empregos, que foi assim quando da revolução industrial e que será novamente. Bem, o tempo é o senhor das coisas, só teremos a certeza do que haverá no futuro quando ele chegar, o fato é que aqui na Europa não existe “empregada doméstica”, nem “frentista de posto”, agora será a vez dos “caixas de supermercado” e por ai vai. O Brasil precisa se antecipar a tudo isso, tornando o contrato de trabalho mais sedutor e atraente para que os empresários prefiram as pessoas do que as máquinas.

Sds Marcos Alencar

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email