Terceirizações em xeque-mate.

Divulgada hoje, carta [documento enviado oficialmente] da CUT contra a postura do Ministro do Trabalho Carlos Lupi. A Central Unica dos Trabalhadores acusa o Ministério de estimular a precarização da mão-de-obra, e em ser pró-terceirizações. A página abaixo revela todo o conteúdo.

Acesse : www.vermelho.org.br/base.asp?texto=47252 

A nossa orientação é no sentido de que as empresas evitem o uso de terceirização da atividade-fim com os temporários [empregados de empresas prestadoras de serviços] pois essa a maior bandeira das Centrais Sindicais, e que vem sendo motivo de apoio pelos Auditores Fiscais do Trabalho, sendo esse o noso sentimento através de conversas informais com os mesmos, entendem que esses trabalhadores não podem atuar em substituição aos empregados diretos.

Sds Marcos Alencar.

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email