livro_manualdoprepostomarcosalencar_banner (1)
Últimas notícias do TST:
Quinta, 02 de dezembro de 2021

O aumento do mínimo e o desemprego.

Prezados Leitores,

Eu detesto dar “mau enfoque” as notícias, alertar as pessoas para visualizarem o ângulo ruim das coisas. O aumento do salário mínimo que o Governo [ Ministro Lupi e o Presidente Lula ] pregam como uma boa notícia para crise, porque irriga a economia com mais dinheiro, pode não ser bem assim. [ CLIQUE abaixo e leia mais..]

foto

Não podemos pensar o aumento do salário mínimo em relação aos empregadores que têm 1 ou 2 empregados recebendo esse patamar salarial, mas naquele que emprega mais de 50 pessoas, e que grande parte recebe o piso nacional.

Para esses, esse aumento representa a grosso modo o dobro por conta do custo indireto da sua folha de pagamento, são os já tão conhecidos encargos sociais e tributários, parafraseando o Professor Pastore, denominados de “despesas de contratação”.

O “mau enfoque” é que [ empresas ] quem já vinha enfrentando a crise na ponta do lápis com as suas despesas operacionais, com esse aumento que inicia hoje, pode – até mesmo por não ter o visão precisa dos custos do seu negócio e das vendas e recebíveis futuros – dar uma “enxugada”, e demitir.

Creio que a opinião seja quase unânime que para crise que estamos enfrentando e com a escalada do desemprego, que essa notícia não tenha nada a contribuir no aspecto da sedução de se contratar mais pessoas.

O Governo precisa acordar que antes tarde do que nunca é necessário fazer a reforma sobre a desoneração dos encargos sobre a folha de pagamento; quem emprega mais e paga melhores salários tem que ser premiado e não onerado e mais fiscalizado, esse deve ser o lema do Ministro do Trabalho e principalmente dos seus fiscais, que endurecem cada vez mais a fiscalização ao invés de orientarem os empreendedores.

Sds Marcos Alencar

 

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email