Os advogados empregados e a jornada diária.

outubro 1, 2013   // 0 Comentários

Porém, para os advogados empregados que trabalham como empregados e simultaneamente exercem outras atividades de peso e significância, resta fácil a conclusão de que estes serão regidos pela jornada especial de 4 horas diárias e 20 horas semanais, o que ultrapassar será considerado como horas extras. Portanto, comungo com a cautela de fazer constar no contrato de trabalho que a dedicação do advogado tem que ser exclusiva e que isso deve ser explicitado no contrato de trabalho com a menção da jornada diária de 8 horas e de 44 horas semanais, a fim de se evitar este tipo de questionamento.

Continue Lendo

Últimos Posts